Notícias

02/04/2020

Alunos da área de saúde da CNEC podem participar de programa nacional de enfrentamento à Covid-19

A atuação tem o apoio da CNEC e ocorrerá no âmbito do programa “O Brasil Conta Comigo”, lançado estrategicamente pelo Ministério da Saúde para fortalecer os serviços realizados no SUS

Os universitários do último ano dos cursos de Enfermagem e Fisioterapia das Faculdades e Centros Universitários mantidos pela Campanha Nacional de Escolas da Comunidade (CNEC) poderão participar das ações de enfrentamento à pandemia do novo coronavírus propostas pelo governo federal. A atuação tem o apoio da CNEC e ocorre no âmbito do programa “O Brasil Conta Comigo”, lançado estrategicamente pelo Ministério da Saúde para fortalecer os serviços realizados no Sistema Único de Saúde (SUS).

O cadastro dos alunos concluintes desses cursos é obrigatório. Ao ser convocado, no entanto, o estudante poderá decidir se irá ou não participar do programa, uma vez que a iniciativa é voluntária. Os alunos de outros períodos também podem participar da ação, mas o cadastro é considerado opcional.

A adesão à iniciativa é feita pelo próprio estudante, com o preenchimento do formulário “Ficha do Aluno”, disponível no sistema "O Brasil Conta Comigo - Acadêmico", na página http://sgtes.unasus.gov.br/apoiasus, desde às 11h do dia 2 de abril.

No cadastro, o aluno deverá informar o nome completo, CPF, e-mail, data de nascimento, número de telefone celular, Instituição CNEC em que estuda, ano que cursa e o município que deseja atuar, caso seja selecionado. Os alunos recrutados receberão um e-mail com a notificação para se apresentarem, em até 48 horas, no estabelecimento de saúde a ser atendido. Depois disso, se a participação do aluno não for confirmada, a notificação perderá a validade. O cadastramento estará acessível enquanto vigorar a declaração de emergência em saúde pública no Brasil.

Na CNEC, os alunos dos cursos incluídos na iniciativa estão matriculados nos Centros Universitários de Osório (RS) e Bento Gonçalves (RS) e nas Faculdades de Santo Ângelo (RS), Campo Largo (PR) e Rio das Ostras (RJ). O gerente de Educação Superior da Instituição, professor André Assumpção, ressalta outro incentivo do programa ao afirmar que “além de ter a oportunidade de contribuir diretamente para o atendimento hospitalar das pessoas, concretizando assim o principal objetivo desses cursos, a vivência das práticas e o tempo de trabalho nas unidades de saúde também serão considerados como estágio curricular obrigatório”.

Os estudantes selecionados que aderirem ao programa também contarão com incentivos financeiros. Os acadêmicos receberão uma bolsa mensal que varia de R$ 522,50 a R$ 1.045,00, de acordo com a carga horária a ser cumprida.

Acesse a íntegra da Portaria 492 do Ministério da Saúde, que instituiu o programa “O Brasil Conta Comigo” aqui, e do Edital nº 4 também do Ministério da Saúde, que normatiza a adesão e cadastro dos alunos ao programa, entre outras providências, aqui